Desenvolvida pelo Dr. Peter Levine, psicólogo e biofísico americano, o Somatic Experiencing® (S.E) é um método naturalista para a resolução e cura do estresse pós-traumático e dos seus vários sintomas (dentre eles, dores crônicas). Como o próprio nome diz, significa ‘experenciar’ o próprio corpo, colocando consciência nele. Isto é possível ao percebermos, gradualmente, nossas reações e limites por meio do rastreamento das sensações corporais instintivas, presentes em nosso sistema nervoso autônomo.

Utilizando a sensopercepção, o terapeuta orienta a pessoa a encontrar suas próprias respostas instintivas, dissipando a energia e os sintomas decorrentes que foram acumulados em situações de estresse pós-traumático. Entende-se como sintomas ‘traumáticos’ ocorrências emocionais como ansiedade, síndrome do pânico, problemas psicossomáticos, e também dores musculares crônicas e quadros miofasciais e álgicos como a fibromialgia, ciatalgia, entre tantos outros.

 

Percebendo as sensações corporais –  sensopercepção 

Tudo em nossa vida que é considerado pelo sistema nervoso como ‘demais’, ‘além do limite’, nos sobrecarrega. Isto pode gerar em nosso organismo um mecanismo de alerta e hipervigilância constantes. Uma abordagem de consciência corporal, que trabalhe as sensações ‘sentidas’ (sensopercepção), pode orientar o cliente para que este desenvolva recursos internos para enfrentar situações de estresse e sobrecarga em seu dia a dia.

Felt Sense (Sensopercepção) não é uma percepção mental, mas sim corporal. É uma consciência corporal da pessoa, da situação ou do evento. É uma aura interna que inclui tudo que você sente e sabe sobre o assunto dado, num dado tempo – incluindo e comunicando a você tudo, detalhe por detalhe”. (citado em LEVINE, 1997.)

 

O toque como ferramenta

Por ser um método que envolve conscientização corporal e auto-conhecimento, o mesmo pode ser um complemento a qualquer tipo de tratamento físico ou terapêutico, seja ele terapia por massagem, fisioterapia, entre tantos outros. O terapeuta têm como orientar o seu cliente em uma sessão de duas maneiras:

  • Perguntando, à distância, como ele está se sentindo no momento, em termos fisiológicos. A partir daí, retornar à pessoa em suas próprias palavras o que ela respondeu, fazendo-a se aprofundar em suas sensações corporais e reconhecer seus limites.
  • Por meio do toque das mãos. Através do toque das mãos, é possível reestabelecer uma ‘onda de coerência’ no corpo. Onda de coerência é uma respiração profunda que acalma e expande as partes sobre-acopladas (regiões do corpo com sobrecarga e acúmulo de tensões) e contêm as partes sub-acopladas (regiões corporais dissociadas, não percebidas pelo próprio indivíduo).

 

Indicações:

  • Doenças psicossomáticas, dores crônicas no pescoço e nas costas.
  • Fadiga crônica ou energia muito baixa.
  • Dificuldade para dormir (insônia).
  • Ansiedade, síndrome do pânico.
  • Problemas do sistema imunológico ou digestivos.
  • Dificuldade de lidar com o estresse.
  • Dores miofasciais crônicas ou agudas.

 

Leia mais no artigo Massagem, Dores Crônicas e a Consciência de Si (Parte III).