Esteja Preparado

De Christian Bond (acesse o link original em inglêsimage-full).

A Terapia por Massagem (ou massagem terapêutica) pode ajudar os clientes no alívio de uma série de patologias, desde a artrite até as variadas dores crônicas.

Ajudar as pessoas a lidar com estas enfermidades, entretanto, requer que o terapeuta não apenas entenda o estado de saúde dos clientes e seus sintomas decorrentes, mas também quais ajustes serão necessários na sessão de massagem e em sua sala de atendimento. A seguir estão algumas dicas importantes.

Massagem e dor crônica.

Mais e mais pesquisas estão confirmando os benefícios que a massagem terapêutica oferece às pessoas que lidam com dores crônicas, sejam elas consequência de alguma lesão ou sintomas de outra causa. Alguns clientes que procuram o massoterapeuta para ajudá-los a aliviar a dor por indicação de seu médico, entretanto, podem necessitar que você (profissional) faça algumas adaptações em sua maneira de atender, principalmente para pessoas que possuem Fibromialgia (veja wikipédia), dores crônicas miofasciais, artrite, entre outras patologias músculo-esqueléticas.

Fibromialgia e Síndrome da Dor Miofascial.

Segundo a Associação Nacional de Pesquisa sobre Fibromialgia (National Fibromyalgia Research Association – EUA), mais de 6 milhões de norte-americanos sofrem desta doença – 90% dos quais são mulheres. A Fibromialgia é frequentemente caracterizada por uma dormência (formigamento) na parte superior e inferior do corpo, rigidez articular, além de dores músculo-esqueléticas generalizadas. A condição é diagnosticada quando 11 de 18 pontos de tensão são dolorosos ao toque, sendo que alguns clientes podem apresentar outros sintomas, incluindo dores de cabeça, ansiedade, depressão e sensibilidade à estimulações externas como luz, sons/ruídos altos e odores fortes.

A Dor Crônica Miofascial, ou Síndrome da Dor Miofascial (SDM), normalmente ocorre quando um músculo é contraído de forma contínua, muitas vezes devido a movimentos repetitivos (típicos no ambiente de trabalho ou em algum hobby) ou tensão muscular relacionada ao estresse. Quem a possui costuma ter uma profunda sensação de dor muscular, e pode apresentar dificuldades para dormir. Ao contrário da Fibromialgia, a SDM tende a atingir, igualmente, ambos os sexos.

Artrite.

A artrite é caracterizada por uma inflamação que ocorre em uma ou mais articulações. Os sintomas mais comuns são a dor e a rigidez. Existem mais de 100 diferentes tipos de artrite, de modo que entender individualmente a dor de seu cliente é essencial.

Adaptando o atendimento na sessão de massagem.

Variados clientes lidam com a dor crônica de diferentes maneiras. Alguns podem ter rotinas próprias de cuidados e prevenções que, por exemplo, mantêm a dor sobre controle entre o intervalo de uma sessão de massagem terapêutica e outra. Ou, talvez, os mesmos estejam trabalhando com outros profissionais de saúde diferentes formas de lidar com a dor crônica e seus sintomas decorrentes. Além disto, todos os clientes irão perceber sua dor de maneira subjetiva. Em outras palavras, “minha dor não é a mesma que a sua, e muito menos de outra pessoa”.

Com estes fatos em mente, pense nas seguintes considerações abaixo quando for agendar atendimentos com clientes que estão lhe procurando para ajudá-los a lidar melhor com a própria dor.

Acessibilidade

Tente imaginar o seu trabalho do ponto de vista de alguém cuja dor esteja limitando a sua mobilidade a ponto de ter dificuldade de segurar uma caneta. Qual a facilidade que o cliente dispõe de entrar no seu espaço? A entrada de sua sala possui escadas e espaço suficiente para um cadeirante com sua cadeira de rodas ou para alguém entrar com um andador? Reflita, também, sobre clientes cuja artrite pode dificultar o preenchimento de uma ficha de anamnese (avaliação), ou os quais a dor possam impedi-los de subir e deitar em uma maca. Existem alternativas na sua sala para tais situações (uma cadeira de massagem, por exemplo, para clientes que não conseguem deitar em uma maca)?

Boa Comunicação

Sabemos a importância de uma boa capacidade verbal e intuitiva, mas quando se está lidando com pessoas que estão com dor crônica, essas habilidades são fundamentais. O terapeuta necessita de perceber o quanto de pressão é necessária em uma manobra de massagem, e, também, de intuir quando o cliente deseja que o profissional utilize uma pressão miofascial mais intensa ou quando quer que seja mais branda. Uma comunicação clara também ajudará em descobrir quais técnicas e manobras são mais efetivas ou não para cada caso. Além disto, para clientes com fibromialgia (por exemplo) que possam estar sensíveis a estimulações externas, o massoterapeuta pode apresentar para os mesmos complementos como músicas relaxantes, iluminação específica (cromoterapia) e essências aromáticas antes de cada sessão.